Eu recebo muitas mensagens e e-mails de pessoas pedindo ajuda para montar sua primeira viagem sozinha, por isso resolvi fazer o post 10 dicas para viajar por conta própria.

Montar uma viagem por conta própria pode parecer um pouco assustador ou se sentir um pouco perdida, mas juro para você que não é difícil, você só tem que ficar atenta a certos detalhes e pesquisar, mas juro que irá valer a pena! Você conseguirá economizar um bocado e ainda terá mais liberdade na hora de montar o seu roteiro.

Por isso, eu separei algumas dicas e montei um Guia de Viagem completo para te ajudar a montar a sua viagem sozinha (viu como sou boazinha 😉 kkkk), mas se ainda assim você não se sentir segura, aconselho a procurar uma agência de turismo para te ajudar,  sempre pesquisando mais de uma opção e comparando os preços e a qualidade do serviço, para não cair em furada.

Vamos as dicas!

1- Escolhendo o destino

A primeira coisa que você deve fazer é escolher o seu destino da viagem, parece meio óbvio mais eu vou explicar melhor como isso pode fazer com que você economize.

Bom, você deve ter pelo menos umas 4 opções, pois as promoções nem sempre vão acontecer para o seu destino preferido e se ocorrerem, nem sempre vão acontecer na época que você pode viajar. Sendo assim, tenha algumas alternativasdessa forma você consegue pesquisar e comparar preços e no final escolher a opção mais em conta.

Crie uma wish list com destinos que você quer visitar, nessa lista você deve incluir a melhor época para visitar aquele local , lembrando que baixa temporada é sempre mais barato, mas tem outros fatores que tem que levar em conta: tem países como o Caribe, que tem épocas de furacões, outros como a Ásia, que tem a época de monções, por isso pesquise mais sobre o destino que você quer visitar, coloque na lista quando é a melhor época para visitar, quando é a pior, quando é  baixa temporada… Esse tipo de informação você consegue fácil fácil no Google, basta pesquisar ” Melhor época para visitar NOME DO DESTINO”.

 

2- Orçamento

Depois que definir os destinos que deseja viajar e a melhor época (melhor custo benefício), está na hora de você definir o seu orçamento, mesmo economizando bastante com certas estratégias, ainda assim devemos ser realistas. Não dá para viajar para Bora Bora gastando mil Reais. Coloque na ponta do lápis quanto você tem disponível para gastar nessa viagem.

 

3- Compare a lista de destinos com o seu orçamento

Nesse momento que você verá se os seus destinos estão de acordo com o seu orçamento, aqui você tem que levar em conta não só o custo da passagem e da hospedagem, mas da alimentação, passeios e transporte. Existem diversas ferramentas que te ajudam a ter uma estimativa dos gastos, fiz um post falando sobre essas ferramentas aqui.

 

4- Passagens

Você sempre deve comprar primeiro as passagens, como já falei em diversos post aqui no blog, o preço da passagem varia bastante de um dia para o outro, por isso, compre primeiro a passagem depois reserve o hotel.

Para economizar com passagens aéreas precisa pesquisar, os sites agregadores de passagens são ótimos para isso (Skyscanner, Tripadvisor, Google Flights, CheapOair e Momondo, são alguns exemplos), com eles você consegue ver quando é o dia e o mês mais barato e ainda qual a companhia que está oferecendo o melhor preço. Sempre compare em vários sites e confira também no site da companhia aérea.

Se quiser saber qual a melhor época para comprar a passagem, confere esse post aqui.

 

5- Precaução

Antes de comprar as passagens fique bem a atenta a alguns detalhes:

Primeiro: quando comprar uma passagem promocional fique a tenta e leia as instruções, essas passagens promocionais não permitem reembolso em caso de desistência ou perda do voo, seja pelo motivo que for, algumas perde-se o valor total investido, outras tem multas por remarcação, por isso fique bem atenta nesse quesito, leia com atenção antes de comprar!

Segundo: muitas pessoas me enviam e-mails perguntando se já comprei na empresa x ou y, se você tem dúvida de alguma empresa, antes de comprar faça uma pesquisa no Google sobre a empresa, no Reclame Aqui e no TripAdvisor, lá você encontrará comentários de pessoas que já compraram. Lembrando, que sites como Reclame  Aqui, você só encontrará comentários negativos, não encontrará pessoas que tiveram uma experiência positiva, um site que vende milhares de passagens ou pacotes por dia não tem uma taxa 100% de aprovação, por isso, deve-se levar em conta o teor da reclamação e se aquilo te afeta ou não.

 

6- Hospedagem

Depois de fechar as passagens, está na hora de pesquisar a hospedagem. Assim como com as passagens aéreas, o ideal é pesquisar em sites diferentes e comparar os preços, use os sites agregadores, como por exemplo, o Tripadvisor e o Booking. Busque o hotel de acordo com suas necessidades, como por exemplo: tipo de hospedagem, flat, hostel, resort, se precisa ter café da manhã incluso ou não, localização, etc.

Antes de fechar, cheque os reviews e fotos de outros viajantes para não cair em furada, é muito importante também verificar a localidade do hotel, as vezes ficar em um hotel muito distante, apesar de barato, não vale a pena, pois você gastará muito com o deslocamento para os pontos turísticos.

 

7- Transporte

Aqui você irá pesquisar de acordo com a sua necessidade e orçamento. Um site ótimo para te ajudar a comparar os preços e a distância é o Rome2Rio, falei dele aqui.

  • Metrô: se o seu destino tem um bom transporte público, vale a pena investir em um bilhete ilimitado do metrô, como no caso de Nova York;
  • Carro alugado: algumas cidades não possuem um bom sistema de transporte público, neste caso vale a pena alugar um carro para utilizar durante sua estadia;
  • Trem: esta opção é a mais utilizada para quem vai fazer um mochilão pela Europa, um site para te ajudar a organizar é o Rail Europe;
  • Táxi: existem lugares que andar de táxi é muito barato, outros nem tanto, tem opções ainda como Uber, Cabify e app de táxis para pagar no cartão, como o EasyTaxi.

 

8- Pontos Turístico

Essa parte vai mais do seu gosto, eu prefiro montar um roteiro, pesquiso todos os locais interessantes que tem para visitar, seleciono os que mais me interessam e coloco informações do tipo: que horas abre, quanto custa, o endereço, e monto no Google Maps para facilitar e visitar no mesmo dia os locais próximos um do outro. Aqui você também deve encaixar os passeios e restaurantes que cabem no seu bolso, tem opções gratuitas e outras bem caras, vai do seu orçamento e gosto.

 

9- Dinheiro

Esse passo é somente para viagens internacionais.

Depois da viagem montada você vai pesquisar e decidir qual a melhor opção para você levar o dinheiro, usar cartão, comprar cartão pré-pago, sacar dinheiro. Dependendo do que você decidir você precisa tomar algumas providências:

  • Você precisa pesquisar qual a melhor casa de câmbio para trocar o dinheiro, o melhor custo benefício, se é segura e com uma cotação boa. Se é melhor trocar aqui no Brasil ou lá no país. Toda essa informação você consegue pesquisando no Google;
  • Se for usar o cartão, o lado bom é que acumula milhas, o ruim é que paga IOF e a cotação só fecha no final da fatura.
  • Cartão pré pago também paga IOF, o lado bom é que é mais seguro do que levar dinheiro.
  • Sacar dinheiro também é uma opção segura, mas tem que levar em conta que antes de viajar precisa desbloquear essa opção no seu banco, paga-se uma taxa e nem todos os lugares tem caixas para saque.

 

10 – Reservas e itens extras

Existem locais que você precisa reservar com antecedência, alguns restaurantes, shows, parques e etc.

Quando você montar o seu roteiro, terá pesquisado sobre os pontos turísticos e saberá se precisa ou não comprar antes ou reservar.

Lembre-se também de verificar outros itens, se precisa de passaporte para viajar para aquele local, visto, alguma vacina, seguro, essas coisas, para que você não esqueça nada e não tenha nenhuma surpresa durante a sua viagem!

 

Essas foram as minhas dicas para montar a sua viagem sozinha, quanto mais você planejar a sua viagem por conta própria, mais fácil e rápido será! Você  vai pegar o jeito 😉

Espero que esse Guia de Viagem te ajude! Qualquer dúvida é só perguntar!

Boa viagem!

By Simone Freitas

Carioca, empreendedora, travel hacking e fundadora do Projeto Viajando Sempre. Apaixonada pelo mundo e dependente de viagens, lugares exóticos e um bom drink a beira mar! Sempre em busca do próximo destino!!

Comentários

37 thoughts on “Guia de Viagem – 10 Dicas para Viajar por Conta Própria”

Deixe uma resposta

  • Como hoje é dia de #tbt vai mais uma fotinho de Fez enquanto eu já estou pensando na próxima 😌 ⠀
Quem advinha o destino?🤗
  • A CIDADE AZUL DO MARROCOS ⠀
⠀
Chefchaouen estava na minha lista de lugares para visitar a muito tempos 💙 ⠀
É uma cidadezinha toda azul, que atrai milhares de turistas para fotografar nas suas ruelas ⠀
Eu fiz um bate e volta saindo de Fez, coloquei os detalhes lá nos stories 📱 ⠀
⠀
E você, qual a cidade que está na sua lista de desejos?🤔
  • Cappadocia is like a dream🥰⠀
⠀
Interrompemos a programação normal para essa foto linda 😍 que o @capadocia_photographer tirou minha ⠀
Como não amar a Turquia!? 😝
  • Eu nunca mergulhei tanto em uma cultura quanto no Marrocos ⠀
Eu pude ver de perto como são as suas casas, comi da comida deles, conversei com vários marroquinos, em várias cidades didferentes, sobre religião, política, segurança... ⠀
⠀
Eu fiquei feliz de saber que algumas coisas já começaram a mudar, agora as mulheres trabalham fora e ajudam na renda familiar e são incentivadas a estudar e se formar assim como os homens, infelizmente ainda não é o suficiente, mas um dia será 🙌🏻
⠀
Esse lugarzinho aí da foto é a Madraça Bu Inania, foi fundada em 1351 e é uma das instituições religiosas mais importantes de Fez. ⠀
É permitido a entrada de Não- islâmicos, então aproveite para entrar, conhecer um pouco mais sobre a sua história e tirar algumas fotos
  • Me sentindo a própria Jade 💁🏼‍♀️🤪⠀
Meus dias de rainha no @riadfesnasszmane chegaram ao fim 😫 ⠀
Massss por um lado foi bom, pq se não eu ia sair rolando de lá 😅 ⠀
Uma das coisas boas de se hospedar em um Riad com certeza é a comida 🤭⠀
Que café da manhã gostoso 😋 
Era super farto, tradicional marroquino (olha lá nos destaques) e como tem poucos quartos, o atendimento é bem intimista e você tem contato direto, conhecendo um pouco mais da cultura deles ⠀
Se tiver oportunidade se hospede em um Riad
  • Bem-vindos a casa da Jade😁 ⠀

Se você está planejando uma viagem para o Marrocos, então põe aí na sua lista se hospedar em um Riad ⠀
O riad é uma casa tradicional no estilo marroquino, melhor forma de conhecer mais a cultura ⠀
⠀
Esse aí é o @riadfesnasszmane que eu me hospedei em Fez, se liga nesse design 😍 ⠀
O atendimento foi tão bom, a staff, o gerente e a dona são uns fofos, provei da típica comida marroquina, ia estourar de tanto comer lá 😅 ⠀
⠀
E aí!? Curtiu!? Confesso que foi uma das hospedagens mais diferentes que eu já me hospedei
  • O QUE VESTIR NO MARROCOS? ⠀ ⠀
⠀
Eu tenho que ser sincera e dizer que eu não achei um lugar seguro para uma mulher viajar sozinha ⠀
⠀
Foi o primeiro lugar que eu me senti mal por ser mulher 😔 ⠀
⠀
Por isso, eu recomendo que não use roupas decotadas, transparentes e que marque muito o corpo.
Optei por saias e vestidos longos, algumas vezes calça e colocava blazer ou lenço em cima de algumas blusas mais decotadas.
Tirava apenas para as fotos
  • DEVO COLOCAR CASABLANCA NO MEU ROTEIRO? ⠀
⠀
Casablanca não é muito escolhido pelos viajantes, mas eu te digo que Casablanca é um hub principal, isso significa passagem área mais barata pousando lá, por isso talvez você decida colocar no seu roteiro, fica lá um dia e depois parte para outra cidade

SIGA @PROJETOVIAJANDOSEMPRE