Continuando o post sobre minha viagem para Portugal…

Hoje eu vou  detalhar o que fazer em Porto, como chegar, onde se hospedar, quantos dias ficar, tudo o que você precisa saber para visitar Porto.

Eu adorei Porto, é uma cidade com uma “vibe” jovem e animada, vale a pena se hospedar pelo menos uma noite lá.

Se você vai a Portugal e não colocou Porto no seu roteiro, está na hora de você rever isso aí.

Bora para as dicas!

 

Quantos dias ficar?

Em um dia inteiro eu consegui ver as principais atrações de Porto. Cheguei no hotel no final da tarde e aproveitei a famosa noite de Porto,  no dia seguinte bati perna para conhecer os principais pontos turísticos e a noite eu parti para Guimarães (o que fazer em Guimarães aqui).

 

Como chegar?

Assim como falei no post de Guimarães, para visitar as cidades de Portugal você pode alugar um carro, assim fica livre para ir e vir no horário que quiser.

De Lisboa até Porto são 315 km.

Eu não dirijo, por isso, fui de trem.

Caso opte por ir de trem igual a mim, você irá pegar o trem na estação de Santa Apolonia ou Oriente em Lisboa e descer na estação de Porto São Bento.

Tem bastante horários disponíveis.

Duração da viagem: entre 2:35h e 3h.

Valor: €24,30 (2:35h) e €30,30 (3h) segunda classe.

Mais informações: www.cp.pt

Existe ainda a opção de ir de ônibus, porém demora mais, entre 3:30h e 4h e parte da rodoviária de Sete Rios, o valor é de: €20

Mais informações: http://www.rede-expressos.pt/

 

Como se locomover?

Eu estava bem localizada, as principais atrações consegui fazer a pé. Mas o sistema de ônibus (autocarro) em Porto é muito bom, dá para se locomover tranquilamente.

Funciona diariamente das 6h às 21h

Como comprar? Os bilhetes podem ser comprados diretamente com o condutor ou em bancas de jornais e tabacarias.

Existe ainda o metrô, meio de transporte mais recente, tem 6 linhas que vão da A até à F.

Funciona das 6h à 1h

 

Onde se hospedar?

Eu me hospedei no Mercure Porto Centro, fiquei apenas uma noite, achei um bom custo-beneficio, era bem localizado, confortável.

Paguei R$ 256,52 na diária em um quarto duplo.

Mercure Porto Centro
Mercure Porto Centro
Mercure Porto Centro
Mercure Porto Centro
Mercure Porto Centro
Mercure Porto Centro

 

O que fazer em Porto?

A Ribeira: É Classificada Património Mundial da Unesco desde 1996, é a parte mais próxima ao rio, tem muitos bares, cafés, restaurantes, é o bairro mais emblemático e o centro histórico da cidade do Porto. Nela, você pode passear, admirar a ponte Dom Luís I, visitar a Muralha Fernandina, curtir os bares do Porto e fazer um passeio de barco pelo Rio Douro.

 

Ponte D. Luis I: Foi construída pelo engenheiro Théophile Seyrig, um discípulo de Gustave Eiffel. A ponte liga as cidades de Porto e Vila Nova de Gaia, é um daqueles símbolos que todo mundo rapidamente reconhece e associa ao Porto.

Para ir até as caves você precisa atravessar a ponte, uma dica é atravessar e na volta descer de bondinho, terá uma vista e tanto.

Ponte D. Luis I
Ponte D. Luis I

Andar de “Barco Rabelo” pelo Rio Douro: Não deu tempo de fazer, mas confesso que fiquei na vontade. A Ribeira é linda, e deve ser tão bonito fazer esse passeio, a embarcação típica portuguesa que, antigamente, transportava o vinho do Porto da região do Douro até a cidade do Porto. Nesse passeio, você passará pelas belas pontes da cidade, como a Ponte D. Luís I.

Existem vários barcos e empresas que oferecem esse serviço, a demanda varia dependendo da época do ano, leva aproximadamente 1h.

 

Vinho do Porto: Você não pode perder! Mesmo que você não beba vinho ( como era meu caso até chegar em Portugal rs) você precisa fazer esse passeio.  Para quem curti vinho, existe várias caves para visitação.

Eu visitei apenas uma, uma das mais tradicionais a Cave Taylor’s, após o tour o ingresso dá direito a degustação.

Horário de Funcionamento:  Dezembro a Março: Segunda a Domingo 10h – 18h30 – última entrada às 17H

Abril a Novembro: Segunda a Domingo – 10h – 19h30 – última entrada às 18H

24 e 31 de Dezembro – 10h – 17h30 – última entrada às 16H

Valor da Entrada: €12

Para quem curti vinho ali na Ribeira tem o  Museu do Vinho do Porto.

Cave Taylor’s
Cave Taylor’s

Centro: O centro da cidade, também chamado de Baixa é onde fica a maior parte dos pontos turísticos do Porto. Há edifícios históricos, ruas estreitas, moradias antigas, muitas igrejas, museus e comércios de longa data. Dentre os pontos turísticos se destacam a Torre dos Clérigos, a Catedral da Sé, Livraria Lello & Irmão, Igreja do Carmo, Palácio da Bolsa, etc.

Catedral da Sé
Catedral da Sé

Livraria Lello  e Irmão (ou Livraria Chardron):  É parada obrigatória na sua visita a Porto, a Livraria Lello é considerada uma das mais belas da Europa, pela foto já da para imaginar o motivo. Dizem que a Lello serviu de inspiração para J. K. Rowling para descrever a  livraria de Harry Potter.

Tem uma escada vermelha e super emblemática no centro, o lado negativo é que fica LOTADA!!! Impossível tirar uma foto boa =/ Mesmo assim, vale a pena a visita.

Talvez se fizer uma visita perto da hora de fechar, o movimento seja menor, não sei, mas vale a tentativa.

Obs: Compre o bilhete pela internet, pois a fila para comprar o bilhete é grande.

Horário de Funcionamento: Todos os dias de 10h as 19:30

Valor da Entrada: €5.50

Livraria Lello
Livraria Lello

Torre dos Clérigos: A Torre dos Clérigos é um tradicional ponto turístico do centro da cidade. É possível subir uma escada que leva ao topo da torre e ter uma vista geral de Porto. Eu não subi, só admirei de longe mesmo rs, pois são  225 degraus, mas dizem que compensa, pois tem uma vista expetacular de Porto.

Horário de Funcionamento: Todos os dias de 9h as 19h

Existe a opção de uma visita noturna que ocorre de 19h as 23h

Valor da Entrada: €4 e o bilhete noturno €5

Torre dos Clérigos
Torre dos Clérigos

Visitar a estação de trem São Bento: Bem no centro da cidade está a estação ferroviária São Bento. Ela é bem bonita, a entrada da estação tem pinturas feitas nos azulejos portugueses. Uma das estações de trem mais bonitas da Europa. Se você for a Porto de trem, assim que descer já pare para bater foto na sua primeira atração turística de Porto.

 

O Palácio da Bolsa: É um belo monumento para visitar em Porto. Começou a ser construído em 1842, tem uma mistura de estilos arquitetônicos, em estilo neoclássico e arquitetura toscana, estava destinado a ser a sede da Associação Comercial do Porto. Durante a sua visita, não pode perder o Pátio das Nações e o magnífico Salão Árabe.

 

Jardins do Palácio de Cristal: É um parque localizado à oeste do centro do Porto, onde até 1951 existia o Palácio de Cristal, inspirado no original que havia no Kensingtons Garden em Londres, no final do século XIX. No lugar foi construído o Pavilhão Rosa Mota, um grande ginásio esportivo.

Neste parque, que está numa parte mais alta da cidade, temos uma bela panorâmica do Porto. Atenção para a vista mais a oeste, onde podemos ver a Ponte Arrábida e a foz do Rio Douro ao fundo.

 

Caminhar pela Avenida dos Aliados: Ponto central de Porto, a Avenida dos Aliados é larga e perfeita para um passeio a pé, melhor jeito de admirar admirar as construções que ali estão.

 

Curtir a noite na “Rua da Galeria de Paris”:  Como eu falei no inicio do post, é imperdível passar uma noite em Porto, essa Rua fica bem cheia e agitada, é a mais animada de Porto, vale a pena a visita para jantar e apreciar um bom vinho, quem quiser pode ir para a balada depois.

 

Chill Out no Porto: Coloquei uma opção para os baladeiros, essa boate é  localizada em uma área privilegiada, em Matosinhos. É uma das melhores opções do que fazer à noite no Porto.

Chill Out é balada, restaurante e bar ao mesmo tempo. Já que dispõe de diversos ambientes, pistas de dança e lounges.

As festas costumam ir até às 7h da manhã. A balada fica na Av. Engenheiro Duarte Pacheco.

 

Bate e Volta a partir de Porto

Caso você tenha mais dias disponíveis, você pode fazer alguns bate e volta a partir de Porto.

GuimarãesViana do Castelo e Braga são bons bate e volta a partir de Porto, para isso, será preciso acrescentar mais dias a sua estadia de Porto.

 

O post termina por aqui, espero que tenha gostado das dicas, não esquece de comentar me dizendo o que achou ou deixando a sua dica!

 

Até a próxima!

By Simone Freitas

Carioca, empreendedora, travel hacking e fundadora do Projeto Viajando Sempre. Apaixonada pelo mundo e dependente de viagens, lugares exóticos e um bom drink a beira mar! Sempre em busca do próximo destino!!

Comentários

15 thoughts on “O que Fazer em Porto”

Deixe uma resposta

  • Realizei meu sonho e me hospedei em um barco 😍  o @wikkelhouse é muito fofo gente! E luxuoso, tinha até jacuzzi 💆🏼‍♀️
@wikkelhouse é todo sustentável e foi projetado no design de um barco, mas sem perder o conforto de uma casa.

Tem duas camas de casal, cozinha equipada com fogão e geladeira, todos os utensílios domésticos, sofá, mesa e até projetor para assistir um filmezinho com o mozão ou com os amigos.

Não vejo a hora de poder viajar novamente e me hospedar lá novamente 😍

E você? Qual o lugar que você quer visitar quando essa pandemia passar?

Já podemos ir sonhando 💁🏼‍♀️
  • CORONAVIRUS 🔴
Como está a situação na sua cidade ou país?? Se você tem viagem marcada para os lugares onde tem pico de incidência não vá!
As companhias aéreas estão remarcando sem custo!

Cuidados: -Evite colocar as mãos nos lugares e depois no olho ou na boca.
- lavar aos mãos constantemente, use álcool em gel
- se for tossir ou espirrar cubra com os braços, não com as mãos 
Sintomas: - tosse seca - febre - nariz escorrendo
- dificuldade de respirar - algumas pessoas apresentam dor de garganta 
Se apresentar sintomas procure um médico!

Não adianta pânico gente! Isso só piora a situação, outras gripes como essa já existiram, olha a H1N1 (gripe suína), vamos evitar, mas sem pânico!
  • Virei Criança 🤪

Literalmente virei criança quando fui no Unicórnio café em Bangkok 
O café é temático e atrai um monte de turistas, lá toda a decoração é de Unicórnio e o cardápio também é temático.

Você pode alugar a fantasia de Unicórnio ( pago a parte)

E a dica é para chegar faltando meia hora para fechar, como todo ponto turístico instagramavel virou febre e lota. Eu fui meia hora antes de fechar e estava V-A-Z-I-O😱

Horário de funcionamento: 12:00 às 20:00

Como é lá dentro, o cardápio e os preços eu coloquei lá nos destaques de Bangkok.

Já salva aí essa dica 🤗
  • Tantas fotos para postar da Tailândia e eu não consigo escolher 🤭

Chiang Mai é a segunda maior cidade da Tailândia e tem mais de 300 templos 😱

O meu preferido foi esse aí da foto, o Doi Suthep, é lindo, todo dourado.

Foi construído em cima de uma montanha. 
Para chegar lá você pode subir 300 degraus (parece muito, mas é fácil) ou pegar um elevador🙏🏻🙌🏻 Tem um mirante lindo para tirar fotos, vá na hora do pôr do sol!

Quando eu fui eu recebi a bênção de um dos monges, qualquer um pode recebe, não precisa ser budista.

Chegamos lá de tuk tuk, diversão garantida.

Detalhes lá nos destaques de Chiang Mai 🤗
  • Nesse Vídeo eu te Mostro 6 Looks de Viagem para Você Usar no Frio
Cabe em uma mala de mão 🤗
  • INDESCRITÍVEL!

Ano passado eu participei do Festival das Lanternas em Chiang Mai e foi mágico 😍
Sabe aquela energia de todo mundos desejando coisas boas ao mesmo tempo? Então, foi isso que eu senti, essa vibe!

O Festival das Lanternas( Yi Peng) acontece sempre no mês de Novembro, mas a data muda, é sempre na décima segunda lua cheia do calendário lunar Tailandês.

Segundo a crença budista, lançar a lanterna traz boa sorte, principalmente se ela sumir de vista no céu escuro. Hoje em dia a galera faz um pedido Muita gente faz um pedido e libera toda a energia negativa do ano, ou seja, só coisas boas!

A cidade é toda decorada para a festividade e até o aeroporto fecha para o lançamento das lanternas ocorrer em segurança.

Tem horário e locais autorizados para a soltura das lanternas, o material é biodegradável e leve para que não voe até muito longe 
As lanternas são feitas 
Essa foto aí foi em uma festa privada, no qual você paga para entrar, mas você pode conferir o festival da rua tbm, é grátis mas não tem essa imagem bonita de todo mundo soltando junto, ao mesmo tempo as lanternas.

As festas são caras em torno de 150 dólares e esgotam super rápido, por isso planeje com antecedência.

Coloquei mais detalhes lá nos destaques de Chiang Mai
  • BLUE TEMPLE

Para chegar lá partimos de Chiang Mai até Chiang Rai
de carro (excursão). Nesse dia visitei também o Templo Branco.

Uma dica é chegar superrrr cedo, para conseguir tirar uma foto sozinha e lógico terá que escolher entre ir primeiro no Templo branco ou no azul para a foto solitária.

Eu gostei mais do Templo Azul, apesar de o branco ser enorme e mais imponente, eu achei o templo azul mais fotogênico 🤭

Os detalhes, preços, distância. Tudo lá nos destaques de Chiang Mai
  • TURISMO ANIMAL

Usar elefantes como meio de transporte é uma prática legal na Tailândia, porém é extremamente nocivo aos animais, mas é uma prática legal no país.

Por isso, existem Santuários que resgatam os elefantes que sofreram maus tratos e fazem um trabalho de conscientização.

No Jungle Sanctuary eles fazem um trabalho de resgatar e reabilitar esses animais. Com o valor dos ingressos dos visitantes eles conseguem manter o local, além de educar as pessoas sobre o turismo consciente.
É muito lindo ver o quanto esses elefantes melhoraram após o resgate. 🥰

Hoje em dia eu procuro ser mais consciente com as minhas ações. 
Principalmente com o trurismo animal, podemos errar por não saber, mas sempre podemos aprender e melhorar.

Procuro mudar alguns hábitos de forma a contribuir para um consumo consciente, algumas coisas comecei por obrigação e outras por vontade própria.

Moro na Irlanda e aqui a reciclagem é obrigatório, assim como levar a sua própria sacola, duas práticas que de início são chatas, mas que viram hábito e são fáceis e contribuem em muito para o meio ambiente.
Recentemente me tornei vegetariana, são pequeno passos que dou em prol do que acredito ser benéfico.

Quais mudanças você adotou recentemente?

SIGA @PROJETOVIAJANDOSEMPRE